Escolha da melhor raça de ovinos depende do sistema de criação e da aptidão da mesma

Espécie ovina se adapta a diferentes sistemas de produção

 

A sulfok, representante das raças produtoras de carne, possui alta eficiência na engorda, o que determina alta velocidade de crescimento e ganho de peso.


No Brasil, estima-se que existam 18 milhões de ovinos. As maiores criações estão no Rio Grande do Sul e na região Nordeste. Em São Paulo, o rebanho é de cerca de 250 mil animais, ocupando áreas usadas no passado para a produção de café.

Em suma, a espécie ovina se coloca como mais uma alternativa à disposição do pequeno, médio ou grande produtor rural, estando pronta a se adaptar a diferentes sistemas de produção, desde os mais tecnificados, levados a efeito em regiões de boas pastagens e clima ameno, até às condições adversas de meio ambiente, como solos pobres, rasos, com relevo acidentado e clima rude.

No que tange às raças, há de se ressaltar que existem mais de 800 no mundo, cada uma apresentando aptidão e caracteres adaptativos específicos. No Brasil, as raças de ovinos podem ser divididas em dois grupos: os das raças naturalizadas e os das raças exóticas. Dentro desses grupos encontraremos raças deslanadas, raças lanadas especializadas na produção de lã, raças lanadas especializadas na produção de carne, raças para produção de pele, raças leiteiras e raças de produção mista.

 

 A coorriedale, representante das  raças mistas, foi criadas a partir da combinação entre raças especializadas em lã e raças com melhor aptidão para carne.

 

As mais difundidas no Brasil são: Suffolk, Hampshire Down, Texel, Ile de Fran­ce e Dorper (lanadas e ­es­pecíficas pa­ra carne). A Corriedale e Romney Marsh são de dupla aptidão (carne e lã), além das nacionais des­lanadas, co­mo a Santa Inês e a Morada-Nova (carne e couro).

Quando um criador pretende criar ovelhas, deve escolher qual a produção desejada: carne, pele ou lã, embora possa aproveitar, também, o leite por elas produzido. A escolha da raça adequada ao sistema de criação, juntamente com a escolha de bons reprodutores e matrizes, constitui a base fundamental para a exploração da ovinocultura.

A busca da melhor raça, tão comum em nosso meio, é utópica. Ela ainda não nasceu. Isso quer dizer que todas são boas, desde que cada uma seja criada em condições climática, edáfica, geográfica e topográfica compatíveis com a adaptabilidade implícita em seu genoma. O sucesso da atividade dependerá das respostas dadas pelos animais às condições a eles oferecidas.

 

 A Santa Inês, raça típica brasileira, representante das ovelhas deslanadas, é muito comum na região Nordeste para obtenção de carne e pele.

 

O curso Raças e Cruzamentos de Ovinos, elaborado pelo CPT – Centro de Produções Técnicas, é destinado a ovinocultores, técnicos e demais interessados, que receberão informações sobre a questão genética, apresentando algumas das principais raças utilizadas no Brasil e suas características mais importantes. Além disso, serão apresentados, ainda, os tipos de cruzamentos que podem ser feitos entre essas raças, em termos estratégicos, para aumentar a produtividade do rebanho. No curso você receberá informações do professor Edson Ramos de Siqueira, Dr. em zootecnia, da Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia da Universidade Estadual Paulista - UNESP, Botucatu - SP, e um dos mais destacados pesquisadores e incentivadores da ovinocultura no país, e da zootecnista Patrícia Tristão Mendonça, mestre em melhoramento genético animal.

Após fazer o curso e ser aprovado na avaliação, o aluno recebe um certificado de conclusão emitido pela UOV – Universidade On Line de Viçosa, filiada à ABED – Associação Brasileira de Educação a Distância.

A ovinocultura é uma atividade rural auspiciosa, considerando-se os aspectos favoráveis do ambiente da maior parte do Brasil, bem como a avidez do mercado. Podemos ressaltar que jamais deverá ser criada uma determinada raça sem que haja um embasamento técnico. Criar tal genótipo por achar bonito, não é justificativa. Cuidado com a escolha: se for errada, todo o sistema estará definitivamente vulnerável, tendendo ao absoluto insucesso.

Cursos Relacionados

Curso Criação de Ovinos de Corte Curso Criação de Ovinos de Corte

Com Prof. Dr. Edson Ramos

R$ 298,00 à vista ou em até 10x de R$ 29,80 sem juros no cartão + frete

Saiba mais
Curso Alimentação de Ovinos de Corte Curso Alimentação de Ovinos de Corte

Com Prof. Dr. Edson Ramos

R$ 298,00 à vista ou em até 10x de R$ 29,80 sem juros no cartão + frete

Saiba mais
Curso Formação e Manejo de Pastagem para Ovinos Curso Formação e Manejo de Pastagem para Ovinos

Com Prof. Dr. Edson Ramos

R$ 298,00 à vista ou em até 10x de R$ 29,80 sem juros no cartão + frete

Saiba mais
Curso Raças e Cruzamentos de Ovinos Curso Raças e Cruzamentos de Ovinos

Com Prof. Dr. Edson Ramos

R$ 298,00 à vista ou em até 10x de R$ 29,80 sem juros no cartão + frete

Saiba mais
Curso Técnicas para Produzir Mais Cordeiros Curso Técnicas para Produzir Mais Cordeiros

Com Prof. Dr. Edson Ramos

R$ 298,00 à vista ou em até 10x de R$ 29,80 sem juros no cartão + frete

Saiba mais
Curso Inseminação Artificial em Ovinos Convencional e em Tempo Fixo Curso Inseminação Artificial em Ovinos Convencional e em Tempo Fixo

Com Prof. Dr. Luis Fonseca

R$ 298,00 à vista ou em até 10x de R$ 29,80 sem juros no cartão + frete

Saiba mais

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Comentários

Ademilson Mendes Arguilera

11/07/2016

Sou de Maracaju-MS, qual a melhor raça para minha região na questão ganho de peso rápido no confinamento.

Resposta do Portal Cursos CPT

30/07/2016

Olá Ademilson,

Agradecemos sua visita e comentário em nosso site. Para mais informações nossas consultoras entrarão em contato.

Atenciosamente,

Ana Carolina dos Santos

adriano brietzke

31/05/2016

Sou de Água Boa - MT. Gostaria saber qual melhor raça para essa região.

Resposta do Portal Cursos CPT

30/07/2016

Olá Adriano,

Agradecemos sua visita e comentário em nosso site. As raças mais indicadas para esta região são as deslanadas, para corte.

Atenciosamente,

Ana Carolina dos Santos

RODRIGO FRIERE VALLADAO

15/04/2016

Boa tarde, gostario de mais informacoes sobre os cursos CPT voltado para Ovinos. Quantos cursos existem? Valores? Pacote: o valor é diferenciado se comprar todos? Eles sao complementares entre si ? O ideal é comprar todos? Obrigado Fico no aguardo

Resposta do Portal Cursos CPT

30/07/2016

Olá Rodrigo,

Agradecemos sua visita e comentário em nosso site. Nossas consultoras entrarão em contato com mais informações sobre os Cursos CPT da área Ovinos.

Atenciosamente,

Ana Carolina dos Santos

Guilherme Nobrega Dos Santos Correia

27/10/2015

Boa noite! Me chamo Guilherme sou de Santa Catarina, moro na região do medio vale do itajai e gostaria de investir no ramo de ovinos, mas tenho duvidas em qua raça é a mais propicia para minha região!

Resposta do Portal Cursos CPT

30/07/2016

Olá, Guilherme!

Agradecemos sua visita e comentário em nosso site. Para mais informações sobre raças de ovinos cadastramos seu e-mail para receber nosso boletim informativo.

Atenciosamente,

Ana Carolina dos Santos

marcos antônio carneiro

26/10/2015

Olá boa tarde eu tenho uma área estimada em 1,5 alqueire e quero começar a trabalhar com ovinos a geografia do meu terreno é boa e a pastagem. gostaria de saber se esta área é suficiente para este tipo de trabalho??? qual raça é a melhor para se começar algo?? att

Resposta do Portal Cursos CPT

30/07/2016

Olá, Marcos Antônio!

Agradecemos sua visita e comentário em nosso site. Para mais informações cadastramos seu e-mail para receber nosso boletim.

Atenciosamente,

Ana Carolina dos Santos

Olivio Santin

15/09/2015

A raça santa inés adapta-se com o frio do RS. Como faço para adquirir exemplares para iniciar criação?

Resposta do Portal Cursos CPT

30/07/2016

Olá, Olívio!

Agradecemos sua visita e comentário em nosso site. A raça Santa Inês, têm se estendido por várias regiões brasileiras, inclusive chegando ao extremo Sul, onde a temperatura é muito baixa, bem diferente daquela encontrada no Nordeste ou no Centro-Oeste.

A maior dificuldade encontrada no início da criação foi a aclimatação dos animais vindos de outros estados, principalmente do Nordeste. Devido à variação climática do Rio Grande do Sul, é preciso duas a três gerações para uma completa adaptação dos ovinos ao frio que jamais viram. E, após aclimatado, o Santa Inês gaúcho consegue atingir 50% a mais de peso que o nordestino, mesmo quando criado a ­campo, devido à melhor pastagem nativa dos campos do sul, onde divide espaço com 600 cabeças de bovinos da raça Brahman.

A raça Santa Inês não é acostumada a longos períodos de chuva, fenômeno que jamais é visto no Nordeste.O certo é que, depois de uma aclima­ti­zação, as gerações tornam-se bastante rústicas, exigindo cuidados mínimos. Isso faz com que o Santa Inês seja um ótimo investimento no Rio Grande do Sul

Atenciosamente,

Ana Carolina dos Santos

Juliana Chinarelli

02/02/2015

Boa tarde! Em primeiro lugar, parabéns pelo site. Muito esclarecedor. Gostaria de criar um pequeno número de ovinos para leite/queijo, na região de Pipa- RN. Obrigada!

Resposta do Portal Cursos CPT

30/07/2016

Olá, Juliana!

Agradecemos sua visita e comentário em nosso site. Para mais informações nossas consultoras entrarão em contato.

Atenciosamente,

Ana Carolina dos Santos

Tiago Willian

10/09/2014

Boa noite. Eu gostaria de saber quais as raças de ovinos que tem maior ganho de peso em menos tempo, as mais rústicas. Qual o tipo e a quantidade de alimentação correta para o crescimento e engorda? Obrigado.

Resposta do Portal Cursos CPT

30/07/2016

Olá, Tiago!

Agradecemos sua visita e comentário em nosso site.

As raças de corte Santa Inês, Suffolk, Ile de France, Poll Dorset ou Texel, conferem ganho de peso elevado às crias mestiças, além de melhorar as características de carcaça, para produção de cordeiros para abate precoce.

O CPT possui os Cursos da área Criação de Ovinos quer poderá lhe auxiliar.

Atenciosamente,

Ana Carolina dos Santos

jadson frarley de oliveira mendes

25/03/2014

Tenho interesse de comprar o curso de ovino de corte

Resposta do Portal Cursos CPT

30/07/2016

Olá, Jadson!

Agradecemos sua visita e comentário em nosso site.

Nossas consultoras entrarão em contato com mais informações sobre o Curso CPT Criação de Ovinos de Corte.

Atenciosamente,

Ana Carolina dos Santos

tiago willian

09/12/2013

Olá, moro em rio branco do Ivaí - PR,estou com duvida se eu crio a sulfok ou santa ines qual eu consigo um peso mais auto em menos tempo,qual é mais manso e qual se adapta melhor ao clima desta região e qual tem partos de dupla.

Resposta do Portal Cursos CPT

30/07/2016

Olá, Tiago!

Agradecemos sua visita e comentário em nosso site.

A raça Suffolk é um ovino de grande desenvolvimento corporal, de constituição robusta e de conformação tipicamente para corte. O seu corpo é comprido e musculoso, com extremidades desprovidas de lã e revestidas de pêlos negros e brilhantes. A postura de sua cabeça e o formato das orelhas faz do Suffolk um ovino inconfundível. Logo à primeira vista, o Suffolk impõe a sua condição de raça produtore de carne.

Possui grande capacidade de adaptação a diferentes climas é uma raça rústica, que necessita de boa alimentação.

A raça Santa Inês é um animal deslanado, com pêlos curtos e sedosos; de grande porte com média de peso para macho de 80 a 120 Kg e para as fêmeas de 60 a 90 Kg. Excelente qualidade de carne e baixo teor de gordura, pele de altíssima qualidade, rústicos e precoces, adaptável a qualquer sistema de criação e pastagem, e as mais diversas regiões do país. Fêmeas prlíferas e com boa habilidade materna.

É uma raça desenvolvida no nordeste brasileiro, resultante do cruzamento intercorrente das raças Bergamácia, Morada Nova, Somalis e outros ovinos sem raça definida (SRD).

As características atuais são um produto da seleção natural e dos trabalhos de técnicos e criadores, fixando-as por meio de seleção genealógica. A tese mde sua origem é confirmada pelas suas características.

Para mais informações conheça o Curso CPT Raças e Cruzamentos de Ovinos.

Atenciosamente,

Ana Carolina dos Santos

Mais Artigos que abordam as diversas áreas do conhecimento

Atendimento Online
Quer Facilidade