/ / É a época da colheita de morangos e do incentivo à agricultura orgânica
    Artigos que abordam as diversas áreas do conhecimento

    É a época da colheita de morangos e do incentivo à agricultura orgânica

    Aprenda a produzir morango sem o uso de agrotóxicos e adubos químicos, a baixo custo, pequeno impacto ambiental e maior preço final do produto

    Gostou? Envie a um amigo
    Tamanho da letra Diminuir Aumentar

    O plantio orgânico do morango é uma maneira bastante atrativa e lucrativa para o desenvolvimento da cultura.

    Estamos na época da colheita do morango. O consumo é intenso, seja da forma in natura ou em geleias e polpadas. Com muitos benefícios para a saúde, como rejuvenescimento, calmante e cicatrizante, o morangueiro tem sido mais cultivado no Brasil. E uma maneira bastante atrativa e lucrativa para o desenvolvimento da cultura é o plantio orgânico.

    A produção de alimentos com diretrizes técnicas baseadas na agricultura orgânica é, sem dúvida, uma realidade de ordem mundial. A Associação de Agricultura Orgânica adota um conjunto de normas técnicas para a produção vegetal. Norteia os trabalhos da produção, e principalmente as áreas de manejo do solo, nutrição vegetal e proteção das plantas contra pragas e doenças invasoras.A propriedade agrícola deve estar inserida num ambiente, onde os fatores externos, como a poluição, não interfiram e comprometam a qualidade da produção.

    Os alimentos orgânicos apresentam maiores teores de carboidratos e matéria seca. Isso quer dizer que o consumidor estará ingerindo um percentual a mais de “alimento real”, uma vez que 100 gramas de um produto orgânico fresco contém menos água do que um produto convencional produzido com adubos químicos. Para o agricultor, além dos menores custos de produção, a agricultura orgânica traz benefícios para sua saúde.

    Produção de mudas de morango

    As mudas do morangueiro podem ser compradas de viveiros   certificados ou produzidas na própria propriedade.

    As mudas do morangueiro podem ser compradas de viveiros certificados ou produzidas na própria propriedade. Caso o agricultor faça a opção de produzi-las, esse procedimento deverá ser realizado logo após o encerramento da colheita, fazendo o plantio das matrizes.

    Para a produção de mudas, a planta precisa ter o crescimento vegetativo estimulado, e isso acontece sob condições de dias longos e temperaturas elevadas. Na produção de mudas a campo, as diretrizes para espaçamento e quantidade de matrizes são bem diferentes da produção de frutos. Nesse cultivo, os espaçamentos mais indicados são de 1,5 x 2 m até 1,5 x 3,5m, cabendo cerca de 1.900 a 2.300 matrizes por hectare.

    Segundo o pesquisador Juares Betti, o produtor de mudas, quer seja visando a venda ou consumo próprio, tem duas possibilidades de obtenção de matrizes: fazendo a produção em telado a partir de matrizes básicas sadias ou, adquirir matrizes produzidas através de multiplicação “in vitro”. É muito importante saber que não podemos iniciar a produção de mudas novas a partir do lote utilizado na produção de frutos, pois essas fatalmente, estarão com estado fitossanitário inferior.
     
    Plantio

    A operação de plantio é, provavelmente, a mais importante entre muitas outras que caracterizam o processo operacional da produção.

    A operação de plantio é, provavelmente, a mais importante entre muitas outras que caracterizam o processo operacional da produção de morangos. O primeiro cuidado é com o período da plantação dos pés. Para a produção de frutos, a planta tem que ter o florescimento estimulado e isso acontece sob condições de dias curtos e temperaturas amenas ou baixas, entre os meses de fevereiro e maio.

    Nesse plantio, recomenda-se  utilizar de 65 a 80 mil mudas por hectare e os espaçamentos  mais utilizados são o 30 x 30 cm, 30 x 35 cm, 35 x 35 cm e 40 x 30 cm, sendo que as plantas devem ficar dispostas em plantios quadrados ou em quincôncio, formando um grupo de cinco pés de morangueiro.

    Se o produtor for utilizar variedades de menor porte, ele deve usar unidades menores de espaçamento. Para as de maior porte, o ideal são os espaçamentos maiores. Nos canteiros, as mudas são distribuídas em duas ou quatro fileiras, levando-se em conta o vigor do cultivar e a umidade do local.

    A pesquisadora Regina Pires, no curso Produção de Morango Orgânico, desenvolvido pelo CPT – Centro de Produções Técnicas, enfatiza que para o sucesso dessa cultura, o produtor necessita ainda de conhecimentos específicos sobre o manejo da irrigação e dos cuidados no preparo do solo.

    O controle do mato que nasce junto à muda também é importante. Esse trabalho é feito manualmente e simultâneo a uma prática profilática, que é a retirada das folhas velhas e com sintomas de doenças. Em estágios mais avançados, é recomendado a prática da profilaxia contínua aliada à eliminação dos estolhos ou “cipós” que, por ventura, apareçam, tirando a “força” da frutificação.

    Controle de  pragas e doenças

    O controle de pragas e doenças na agricultura orgânica é feito, basicamente,  por meio de medidas preventivas.

    Para o controle de pragas e doenças em agricultura orgânica, uma premissa é básica: a saúde das plantas é fundamental e está  muito dependente das práticas de manejo. As bases técnicas da agricultura orgânica tratam do controle basicamente por meio de medidas preventivas rigorosas, diminuindo a todo custo o risco, favorecendo os processos biológicos, utilizando racionalmente os recursos naturais disponíveis.

    A agricultura orgânica preconiza o combate à artificialização excessiva do processo produtivo, buscando a diversidade biológica harmônica com o sistema de produção.

    Geleia de Morango

    A geleia de morango deixa o chessecake ainda mais agradável aos olhos e ao paladar.

    O morango é um produto muito bem aceito no mercado e, portanto, existem grandes chances de crescimento. Não só para produto in natura, mas para utilização de diversas formas como a geleia, uma das formas mais comercializadas do seu processamento. Ela pode ser consumida com pão, torradas ou nas receitas elaboradas, como chessecake, folhados, lombo recheado e calzones.  

    Para fazer uma geleia de “lamber os dedos”, você vai precisar de um quilo de morango, que são  aproximadamente quatro caixinhas, 1/2 limão ou duas colheres de sopa de suco de limão, e um quilo de açúcar.  O preparo é muito simples. Depois dos morangos lavados e sem os talos, faça dois grupos, um com morangos cortados e outros com o fruto inteiro. Coloque-os em uma panela preferencialmente de aço inox. Cubra com o açúcar e misture, deixando em fogo baixo até que os morangos comecem a soltar o líquido. Em seguida, aumente o fogo e deixe-os cozinhando por 18 minutos.

    O ponto ideal será quando, ao virar a panela, não conseguir ver o inox do fundo. Quando isso acontecer, retire do fogo e acrescente o suco de limão. Misture, espere esfriar e sirva-se.

    Por: Patrícia Tristão

    Curso CPT - Produção de Morango Orgânico


    AVISO LEGAL

    Este conteúdo pode ser publicado livremente, no todo ou em parte, em qualquer mídia, eletrônica ou impressa, desde que o CPT – Centro de Produções Técnicas seja citado como fonte, remetendo para o site da instituição: www.cpt.com.br.

    Cursos Relacionados

    Curso Produção de Morango Orgânico

    Curso Produção de Morango Orgânico

    R$ 258,00 à vista ou em até 10x de R$ 25,80
    sem juros no cartão + frete.

    Cód. 5113

    Saiba Mais

    Curso Como Tornar sua Fazenda Orgânica

    Curso Como Tornar sua Fazenda Orgânica

    R$ 258,00 à vista ou em até 10x de R$ 25,80
    sem juros no cartão + frete.

    Cód. 5412

    Saiba Mais

    Curso Cultivo Orgânico de Citros

    Curso Cultivo Orgânico de Citros

    R$ 258,00 à vista ou em até 10x de R$ 25,80
    sem juros no cartão + frete.

    Cód. 5471

    Saiba Mais

    Curso Agricultura Natural

    Curso Agricultura Natural

    R$ 258,00 à vista ou em até 10x de R$ 25,80
    sem juros no cartão + frete.

    Cód. 5485

    Saiba Mais



    Deixe seu comentário

    Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

    O CPT garante a você 100% de segurança e confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.

    Comentários

    leticia mateus de almeida
    14-04-2013

    Vocês ligaram pra mim e disseram que ia chegar um livrinho. Eu queria saber em quantas parcelas vocês fariam o livro de morango.

    Resposta do Portal Cursos CPT
    15-04-2013

    Olá, Letícia!

    Agradecemos sua visita e comentário em nosso site.

    Para mais informações sobre o curso Cultivo de Morango Orgânico.

    Atenciosamente,

    Ana Carolina dos Santos

    leticia mateus de almeida
    25-03-2013

    Eu adorei esse vídeo ele ensina coisas que eu não sabia. Adorei muito, se pudesse eu compraria o livro completo de você mais não posso comprar agora. Eu queria que vocês mandassem por hotmail para mim algumas coisas sobre morango para que eu possa entender melhor obrigada toda a sua equipe.

    Resposta do Portal Cursos CPT
    26-03-2013

    Olá, Letícia!

    Agradecemos sua visita e comentário em nosso site.

    O mornago tem seu plantio dividido em duas épocas:

    * De setembro a outubro: produção de mudas;

    * De fevereiro a maio: produção de frutos.

    Em plantios destinados à produção de frutos, recomenda-se utilizar de 65 a 80 mil mudas por hectare eos espaçamentos utilizados são os de 30 x 30 cm, 30 x 35 cm, 35 x 35 cm e 40 x 30 cm, sendo que as plantas devem ficar dispostas em plantios quadrados ou em quincôncio, que é um método em que as mudas são dispostas em xadrez, uma em cada canto e uma no centro, ou seja, grupos de cinco plantas.

    Antes de realizar o plantio das mudas algumas atividades devem ser realizadas no pré-plantio, que são:

    * desinfecção de mãos e instrumentos;

    * remoção de folhas velhas e danificadas;

    * remoção de estolhões (cipós) e repentos;

    * retirada do excesso de folhas (número e grandeza);

    * queima das partes vegetativas e mudas descartadas;

    *desinfecção constante de mãos e instrumentos; e

    * hidratação das mudas (maços).

    Já as atividades de "plantar" que também pode ser caracterizadas como um conjunto operacional que requer a atenção do produtor. Ele deverá acompanhar e exigir do responsável pelo colocação da muda no solo, que observe criteriosamente a forma de manuseio desta muda, pois o plantio mal feito, sem a observação dos detalhes e cuidados que requer as plantas neste momento poderá comprometer todo o plantio.

    As seguintes atividades devem ser seguidas ao plantar o morango:

    * revolvimento do solo;

    * irrigação pré-plantio;

    * marcação com gabarito;

    * segurar a muda posicionando os dedos ao redor da coroa;

    * fendilhar o solo;

    * posicionar a muda no solo, de maneira correta - altura do colo;

    * compactar a terra em volta da muda de forma a não contaminar a região central;

    * irrigação pós-plantio.

    Para mais informações o CPT - Centro de Produções Técnicas, possui o curso Produção de Morango Orgânico.

    Atencisoamente,

    Ana Carolina dos Santos

    leticia mateus de almeida
    25-03-2013

    Mexer com morango e muito bom porque eu também gosto de cultivar morango.

    Resposta do Portal Cursos CPT
    25-03-2013

    Olá, Letícia!

    Agradecemos sua visita e comentário em nosso site.

    Atenciosamente,

    Ana Carolina dos Santos


    Mais Artigos que abordam as diversas áreas do conhecimento




    O CPT liga para você!





    Exemplo: 31 38997000