Barragens, com técnicas simples elas podem ser seguras

É preciso, antes de tudo, fazer um planejamento, obedecendo, basicamente, a três aspectos principais

Deve haver condições adequadas para construir a barragem e comprovações de que ela  resultará em benefícios sociais.

Deve haver condições adequadas para construir a barragem e comprovações de que ela  resultará em benefícios sociais.

De modo geral, a construção de pequenas barragens de terra, principalmente com até dez metros de altura, é um processo bastante simples.

Entretanto, para se obter uma barragem adequada, eficiente e segura, não basta apenas contratar máquinas, fazer escavações em barrancos, transportar a terra escavada para o local da barragem e fazer um amontoado de terra, de tal forma a impedir o segmento natural de um curso d'água, e assim, fazer a acumulação da água, obtendo-se uma represa. É preciso, antes de tudo, fazer um planejamento, obedecendo, basicamente a três aspectos principais.

O primeiro refere-se à escolha do local onde a barragem deverá ser construída, o qual deverá possuir características naturais, capazes de permitir acumular a quantidade de água necessária e obter uma represa com a profundidade desejável. O terreno deverá oferecer condições satisfatórias para a construção da barragem; a vazão de água que pode ser utilizada deve ser suficiente para manter a represa cheia durante o ano, compensando, inclusive as evaporações e infiltrações. É preciso verificar  de onde o material (terra) para compor a barragem será retirado, procurando-se avaliar o custo de transporte e as estratégias de recuperação ambiental que deverão ser adotadas; qual será o custo da construção da barragem, entre outros.

Havendo condições adequadas para construir a barragem, e comprovações de que ela será de interesse público ou que resultará em benefícios sociais para a região, deve-se então considerar o segundo aspecto que é a legalização do projeto, feita mediante solicitação aos órgãos competentes de cada estado.

Uma vez obtida a autorização para a construção da barragem, deve-se, por fim, considerar o terceiro aspecto, que são as técnicas de construção a serem adotadas. Portanto, é o somatório desses três itens que permitirá obter uma barragem bem construída, eficiente e segura, sem riscos de arrombamentos e capaz de possibilitar o alcance dos objetivos propostos.


Todas as informações estão disponíveis no curso Construção de Pequenas Barragens de Terra, produzido pelo CPT - Centro de Produções Técnicas, sob minha Coordenação. Vale a pena estudá-lo.

Após fazer o curso e ser aprovado na avaliação, o aluno recebe um certificado de conclusão emitido pela UOV – Universidade On Line de Viçosa, filiada à ABED – Associação Brasileira de Educação a Distância.

 

 José Dermeval Saraiva Lopes

Mestre em Engenharia Agrícola

Especialista em Mecanização Agrícola

Cursos Relacionados

Curso Irrigação em Pequenas e Médias Propriedades Curso Irrigação em Pequenas e Médias Propriedades

Com Prof. Hélvio Tadeu

R$ 298,00 à vista ou em até 10x de R$ 29,80 sem juros no cartão + frete

Saiba mais
Curso Manejo de Irrigação - Quando e Quanto Irrigar Curso Manejo de Irrigação - Quando e Quanto Irrigar

Com Prof. Hélvio Tadeu

R$ 298,00 à vista ou em até 10x de R$ 29,80 sem juros no cartão + frete

Saiba mais
Curso Construção de Pequenas Barragens de Terra Curso Construção de Pequenas Barragens de Terra

Com Prof. Hélvio Tadeu

R$ 298,00 à vista ou em até 10x de R$ 29,80 sem juros no cartão + frete

Saiba mais
Curso Perfuração de Poços Artesianos e Semiartesianos Curso Perfuração de Poços Artesianos e Semiartesianos

Com Prof. Hélvio Tadeu

R$ 298,00 à vista ou em até 10x de R$ 29,80 sem juros no cartão + frete

Saiba mais

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Comentários

Evanildo Santiago

01/08/2015

Olá professor, gostaria de saber qual o tamanho do núcleo e vasão de uma barragem?

Resposta do Portal Cursos CPT

31/05/2016

Olá, Evanildo!

Agradecemos sua visita e comentário em nosso site. Recomendamos que consulte um Engenheiro Agrônomo em sua região.

Atenciosamente,

Ana Carolina dos Santos

antonio carlos monteiro

14/09/2013

gostei do exemplo,agora por em pratica o aprendido

Resposta do Portal Cursos CPT

31/05/2016

Olá, Antônio Carlos!

Agradecemos sua visita e comentário em nosso site.

Atenciosamente,

Ana Carolina dos Santos

FERNANDO

14/02/2013

Em uma partilha de campo, preciso estimar o valor de duas barragens existentes. Como posso fazê-lo? Que tipo de cálculo daria um valor mais próximo da realidade?

Resposta do Portal Cursos CPT

31/05/2016

Olá, Fernando!

Agradecemos sua visita e seu comentário em nosso site.

Para calcular o valor real das barragens, você deve procurar um engenheiro. Ele realizará o cálculo com maior precisão.

Atenciosamente,

Natália Parzanini Brum

jair peixoto cezar

10/01/2013

Moro em Jiquiriçá, uma cidade com aproximadamente 17 mil habitantes, dos quais, a maioria na zona rural, o município é cortado por vários pequenos rios, que nascem e desaguam no próprio município, porem, há grande desperdício de água, além de estarmos poluindo todos eles, gostaria de receber algumas alternativas de como recuperá-los, pois pretendo acionar o Ministério Público, o Executivo e o Legislativo local em busca de solução, aguardo por algum tipo de ajuda por e-mail. Obrigado.

Resposta do Portal Cursos CPT

31/05/2016

Olá, Jair!

Ficamos felizes por sua visita e comentário em nosso site.

Existem diversas técnicas que podem ser utilizadas para recuperação e conservação de nascentes, abaixo vamos citar as principais.

Recuperação e conservação de nascentes que apresentam redução diurna na vazão: Nacentes sobre esses locais tendem a apresentar uma redução substancial da vazão durante o dia, retomando a vazão normal durante a noite. Deve-se elimiar as freatófitas, pois com isto reduz consideravelmente a taxa de evapotranspiração, mantendo estável o volume de água dos reservatórios subterrâneos e, consequentemente, evitando a carência de água na época em que o produtor mais precisa.

Recuperação e conservação de nascentes que apresentam considerável redução da vazão durante a estação da seca: este fenômeno é mais comum em nascentes cujas encostas da área de drenagem e os topos dos morros não possuem florestas. Além disso, pode haver também a presença de plantas freatófitas nas proximidades dos cursos d'água. As providências a serem tomadas, neste caso, são o reflorestamento dos topos dos morros e das seções convexas, a bateção do pasto das seções côncavas e a eliminação de toda a vegetação freatófita existente nas proximidades da nascente.

Para mais informações sobre recuperação de solos, o CPT – Centro de Produções Técnicas, possui o curso Recuperação e Conservação de Nascentes.

Atenciosamente,

Ana Carolina dos Santos

Mais Artigos que abordam as diversas áreas do conhecimento

Atendimento Online
Quer Facilidade